segunda-feira, 2 de abril de 2012

A Barra da Poesia




Depois da apresentação no último sábado 31 de Março, na Creperia e Drinkeria ZOOOM IN na orla da Barra no Rio, e de improviso re-visitar outras Barras mais pesadas, no poema abaixo, o que era para ser apenas um Sarau passou a ser batizado de Barra da Poesia com a intenção de que se repita todos os últimos sábados de cada mês.

em 1972 a barra
não era assim barra bonita
muito menos de barro
a barra era de chumbo
a barra era de ferro
tudo estranho falso escuro
de concreto apenas o muro
a nossa frente
e rente outro que invisível
se erguia as nossas costas
ao lado um cão de guarda
pronto para matar
qualquer palavra ainda viva
em nossos dentes
e a língua amordaçada
podia apenas soletrar
a palavra: M O R T E

arturgomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário