segunda-feira, 15 de agosto de 2016

jura secreta re-visitada


jura secreta re-visitada

como se fosse infinita estrada
provocando descaminhos
desafiando caminhadas
clarice diante do espelho
no mar do precipício
transparece o corpo em algazarra
a farra do vestido ao vento
mastigando meus instintos
carne e noite a dentro


anda pelo ar
uma palavra cósmica
pétala de vênus

flor de lótus
flor de lírios
baby cadelinha

a palavra menos
na flor bela é dela
não é minha

Artur Gomes
foto.poesia
FULINAÍMA MultiProjetos
portalfulinaima@gmail.com

(22) 99815-1266 - Whatsaap



Nenhum comentário:

Postar um comentário